Santa Cruz do Sul, 13 de abril de 2021.
14/05/2013

Campanha Salarial 2013: essa a hora!

    A Campanha Salarial Unificada 2013 dos metalúrgicos da CUT/RS já está em andamento desde o dia 25 de abril quando foi realizada uma plenária estadual que contou com a participação de dirigentes sindicais dos 28 sindicatos filiados à Federação dos Metalúrgicos do RS, que representam 132 mil trabalhadores do Estado. As mobilizações regionais já se iniciaram por todo Estado. 

 
PONTOS DE PAUTA:
  • REAJUSTE SALARIAL: reajuste dos salários na data base em 10%. 
  • PISO SALARIAL: reajuste de 10% acima do piso regional.
  • ADEQUAÇÃO SALARIAL EM MAIO DE 2013: em 1º de maio, os salários dos trabalhadores deverão ser corrigidos de forma a manter a mesma diferença/proporcionalidade de valor frente aos salários admissionais (piso) praticados pela empresa na data base do ano anterior.
  • ALIMENTAÇÃO: as empresas que se beneficiam de financiamentos governamentais deverão, em contrapartida, fazer uso de alimentos saudáveis da Produção Agroecologia Integrada, produzida pela agricultura camponesa em seus programas de alimentação.
  • CRECHE: será garantida para crianças de zero a seis anos sendo de livre escolha dos pais ou responsáveis legais. O reembolso do auxílio creche será de no mínimo 50% do piso salarial da categoria. Este direito é garantido tanto para as mães como para os pais, responsáveis legais e adotantes.
  • ACESSO AO LOCAL DE TRABALHO: garantia do acesso aos dirigentes e assessores sindicais ao local de trabalho para a realização de reuniões, assembleias, eleições do Sindicato, CIPA e campanhas de sindicalização.
  • COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES (CIPA): - será garantido o direito do sindicato de participar de todo o processo eleitoral da CIPA e, inclusive, de indicar o secretário geral.
  • DEMISSÕES: todas as rescisões serão feitas no sindicato.

- Pedido de demissão: não será exigido ao trabalhador o cumprimento do aviso prévio a partir do momento em que ele conseguir novo emprego;

- Demissão sem justa causa: não será exigido o cumprimento do aviso prévio em nenhuma hipótese.

  • DURAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DA JORNADA: - redução da jornada de trabalho para no máximo 40 horas mensais. Nos turnos de revezamento, será garantido o número mínimo de duas folgas mensais aos domingos.

 

* Com informações da Federação dos Metalúrgicos do Estado do Rio Grande do Sul.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Metaúrgicos de Santa Cruz do Sul.

 

Rua Fernando Abott, 983 - Centro - Santa Cruz do Sul - RS
Telefone: (51) 3056-4295 - E-mail: contato@sindimetalscs.com.br